March 27, 2017

March 10, 2017

Please reload

Posts Recentes

15 Motivos por que os desenhistas devem ser parabenizados pelo seu dia

April 15, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

A criança e o desenho: Uma relação positiva

November 8, 2016

 

Na primeira infância as crianças costumam construir estratégias para se expressar, o que é fundamental para a formação do conhecimento. Antes mesmo da escrita, o desenho infantil constitui símbolos que representam sua breve experiência e uma forma de representar suas emoções. Os primeiros desenhos da infância são conhecidos como garatujas, por meio desses rabiscos e emaranhados de linhas é possível entender sua percepção com o mundo e em algumas ocasiões suas referências culturais.

O desenho na infância é a possibilidade que os pequenos têm para a representação de sua realidade. De acordo com Lourdes Atié, socióloga e especialista em educação infantil pela UFRJ, em entrevista ao site Uol Mulher, as crianças não fazem um planejamento antes de fazer as garatujas, mas quando questionadas sobre o significado do desenho, elas descrevem uma cena apenas para satisfazer o adulto.“ O ideal é deixar a criança à vontade para criar o que quiser, e sozinha manifestar sua vontade de falar ou não sobre o resultado com o adulto.”

A arte proporciona no ser humano uma sensibilidade emocional, o que pode ser vista de maneira bastante positiva, pois é através da emoção que nós estabelecemos vínculos uns com os outros.

A importância do desenho na infância está na sua função simbólica, emocional e cognitiva. Porém, assim que a crianças é alfabetizada, ocorre uma diminuição do desenho. “O desenho é uma forma de linguagem que tem seus próprios códigos. E a relação entre a aquisição da escrita e a diminuição do desenho, ocorre porque a escola dá pouco espaço para este quando a criança se alfabetiza.”Declara Mirian Celeste Martins, especialista em ensino da arte e professora na universidade Presbiteriana Mackenzie, em entrevista para a revista Escola.

De acordo com Virgínia Froes, graduada em Artes Visuais pela UEMG e professora de mangá para crianças, um bom exemplo da união entre imagens e linguagem escrita é a literatura em quadrinhos. Ela acredita que manter uma relação da criança com os quadrinhos desde a infância, ajuda para que ela continue tendo referências gráficas durante o processo de alfabetização. “Palavras e imagens juntos ensinam de forma mais eficiente, pois a interligação do texto com a imagem existente nas histórias em quadrinhos, amplia a compreensão de conceitos de uma forma que qualquer um dos códigos isoladamente, teria dificuldades para atingir. Mas é importante os pais escolherem o quadrinho para a criança de acordo com a faixa etária do  leitor” Completa. Ainda de acordo com ela para as crianças que mostram aptidão para as artes é importante que os pais incentivem e deem apoio ao jovem artista, dando-lhes acesso à cursos especializados e levando-s de encontro a diversas artes, como  cinema e exposições em museus.
"O desenvolvimento da criança permite que ela faça desenhos que se estruturam progressivamente de modo mais elaborado. No entanto, o desenvolvimento intelectual e o físico são condições necessárias à evolução do traço, mas não suficientes, pois na falta de oportunidades para desenhar e de orientações adequadas, o desenho fica estagnado ou estereotipado", diz Rosa Lavelberg, especialista em desenho e professora da Faculdade de Educação da USP, para o site Uol Mulher.

“O desenho infantil evolui a partir dos estímulos oferecidos à criança e, é através desses estímulos que suas representações passam a ser mais nítidas e bem definidas”. Completa Virgínia

 

Fontes:

http://revistaescola.abril.com.br/formacao/rabiscos-ideias-desenho-infantil-garatujas-evolucao-cognicao-expressao-realidade-518754.shtml

 

http://mulher.uol.com.br/gravidez-e-filhos/noticias/redacao/2012/11/08/desenhar-ajuda-a-desenvolver-percepcao-emocao-e-inteligencia-incentive-as-criancas.htm

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga